A Importância da Auto-Estima para o Desenvolvimento da Criança

setembro 01, 2015 / Dra. Mariana Pedrini Uebel / 0 Comments /

Aqui algumas dicas para os pais ajudarem seus filhos a terem uma auto-estima saudável, prevenindo muitos transtornos do comportamento da criança e do adolescente:

images

  1. Demonstre amor e afeição. Tudo que fazemos com nossos filhos, desde a mais tenra infância, deve ser com afeição e amor. Um bebê tratado com carinho terá um sentimento subconsciente de que é valioso e importante o suficiente para ser amado.

 

  1. Elogie seu filho. Faça elogios ao seu filho sempre que possível, toda vez que ele fizer algo bem feito. Diga: “Estou orgulhoso de você. Você é muito especial. Gostei da sua maneira de fazer isto.”

 

  1. Torne seus elogios críveis. É importante, no entanto, que ele acredite nos elogios. Frases exageradas como “Você é o melhor do mundo. Você é a pessoa melhor que já existiu” podem na verdade ser contra-produtivos. A criança desenvolverá um ego inflado, e isso pode afetar seu relacionamento com os amigos, o que a longo prazo terá um efeito negativo sobre sua auto-estima.

 

  1. Estabeleça metas para seu filho. A meta deve ser algo passível de atingir – vestir-se sozinho, conseguir uma determinada nota na próxima prova escolar. Estabeleça metas que sejam apropriadas para a idade e a capacidade da criança, pois estabelecer um objetivo inatingível terá um efeito negativo. À medida que a criança se aproxima da meta, estimule-a e elogie cada sucesso ao longo do caminho. Quando a criança atingir a meta, cumprimente-a e reforce sua auto-imagem como realizadora.

 

  1. Critique a ação, não a pessoa. Quando a criança faz algo negativo, diga: “Você é uma criança especial e muito boa, não deveria estar fazendo isso”, em vez de dizer “Você é mau”.

 

  1. Confirme os sentimentos do seu filho. Quando seu filho recebe um golpe na sua auto-estima, é importante validar seus sentimentos. Por exemplo, se a criança se ofendeu com um comentário maldoso de um amigo ou professor, diga a ela: “Sim, você ficou ofendida por aquilo que a pessoa disse” ou “Você se ofendeu com o fato de que a outra pessoa não gosta de você”. Somente depois que a criança sentir que seus sentimentos foram validados, ela se abrirá, permitindo que você melhore a sua auto-estima, apontando pessoas que gostam dela, e as coisas positivas que outros disseram a respeito dela.

 

  1. Tenha orgulho do seu filho. De maneira regular, você deve lembrar-se de dizer ao seu filho como você se sente feliz e orgulhoso por ser pai/mãe dele.

 

  1. Fale positivamente sobre seu filho na presença de pessoas importantes na vida dele, como avós, professores, amigos, etc.

 

  1. Nunca compare seu filho com outras crianças, dizendo: “Por que você não é como Carlinhos?” Quando esse tipo de comparação for feita por outras pessoas, diga ao seu filho que ele é especial e único à sua maneira.

 

  1. Assegure que outras pessoas que lidam com seu filho conheçam seus pontos positivos. No início do ano escolar, fale com os professores de seu filho e diga-lhes quais são seus pontos fortes, assim a professora terá uma atitude positiva neste aspecto e continuará a reforçar aqueles pontos fortes.

 

  1. Diga ao seu filho, sempre, que o ama incondicionalmente. Quando ele falha, ou faz algo errado, lembre-se de dizer: “Você é especial para mim, e sempre o amarei, não importa o que aconteça!”

 

  1. Cuide de sua própria auto-estima. Você precisa enxergar-se sob uma luz positiva. Pais que não têm auto-estima terão dificuldades em criar um filho com uma elevada auto-estima. Um pai positivo é aquele que sabe que não é perfeito, mas se valoriza, e está sempre tentando crescer e melhorar.

 

  1. Sentir-se impopular. Por que muitas vezes as crianças não sabem como gerar intimidade e podemos ajudar incentivando uma proximidade fora da escola. Investir em três amigas da escola, por exemplo, e incentivar sua menina chamá-las pra ir em casa, participar disso. Quando as outras crianças começarem a ver como ela é legal com essas amigas podem querer se aproximar também.

 

  1. Conhecer a sua prórpia história. É muito importante para a criança apender sobre a sua cultura e de onde vem. Isso fortalece a sua auto-estima, tendo conhecimento de quem é e de sua identidade.

 

Leave a Reply

Fields marked with * are required fields.